INGREDIENTES

Incentivamos os agricultores a cultivarem suas produções, livre de fertilizantes químicos, um número ainda tímido que produz em Cuiabá se comparado ao Rio de Janeiro. Ainda não atingimos ingredientes 100% orgânicos em nossos compostos cuiabanos. Usamos o que é de melhor disponível nas produções próprias e locais. Buscamos a excelência e qualidade em cada alquimia líquida.

Muitos praticantes de saúde confirmaram que a doença não pode prosperar em um ambiente alcalino. Nossos sucos estão em alta alcalinidade e projetado de modo que o corpo humano possa prosperar.

Consulte sempre o seu médico para aconselhamento sobre a sua alimentação.

couve-unidade-400x400-1    folhalarga_expandea7       manjericao

hortelaagrião1 limao   Benefícios-do-abacaxi

Cenoura      laranja     20111129_50320_curcuma-raiz     me_16281_34643

dates      13_ Baunilha      amendoas          mel

agua01          maca               melancia cayenne2

sal-rosa-do-himalaia-grande-com-moedor-400-gramas_MLB-O-3769508448_022013     21_beterraba  pepino    tomate

______________________________________________________________________

couve-unidade-400x400-1COUVE

(Brassica oleracea L.)

A couve é rica em vitamina A (indispensável para a vista e para a pele), vitamina C, K e algumas do complexo B. Também é rica em cálcio (oferece tanto quanto o leite), fósforo e ferro, minerais muito importantes para a formação e manutenção dos ossos e dentes. Além disso, contém bastante celulose, uma substância ótima para o funcionamento do intestino.

O cálcio, encontrado na couve, é essencial para a boa formação dos ossos e dos dentes. Além disso, estudo mostram que o cálcio pode contribuir para o emagrecimento, assim como as fibras. A couve também contém substâncias antioxidantes, como os flavonoides e os carotenoides. Essas substâncias ajudam a prevenir o envelhecimento das células e melhoram as defesas do organismo. Ela ainda é fonte de substâncias que estimulam a produção de enzimas pelo fígado. Essas enzimas atuam na prevenção de alguns tipos de câncer. Combate a osteoporose e mal de Alzheimer.

O magnésio, encontrado em vegetais folhosos, além de nozes, aveia, arroz integral, pão integral e peixe, é um mineral que promove uma redução do espasmo dos vasos arteriais e um relaxamento da musculatura tencionada.

A couve é depósito formidável de iodo, devendo ser consumida regularmente por portadores de bócio ou papeira — doença originariamente produzida por deficiência na ingestão deste mineral. O iodo da couve é constituinte essencial da glândula tireóide, participando na produção diária dos hormônios tiroxina (T4) e triodotironina (T3).

Indicações: acalma cólicas, artrite, bronquite, asma, catarros, cicatrizar úlcera gástrica e duodenal, desinfetar o intestino, diminuir desejo por bebidas alcoólicas, doenças inflamatórias da pele, dores (ciáticas, reumáticas, nevrálgicas, de gota), estimular o apetite, febre, fortificar crianças em fase de crescimento, gota, prisão de ventre, reumatismo, seborreia do couro cabeludo, tosse, vermes.

folhalarga_expandeRÚCULA

(Eruca sativa)

A rúcula é um vegetal crucíferos. Os vegetais crucíferos são associados com um alimento que reduz os riscos de câncer. A rúcula é rica em antioxidantes valiosos, considerados essenciais na prevenção da atividade de radicais livres no corpo. Também abundante em fonte de fitoquímicos como o sulforafano, que possui excelentes efeitos quimioprotectores e ajuda a combater substâncias cancerígenas.

Sua vitamina C turbina o sistema imunológico e reduz o risco de infecções. Além disso, estimula a cicatrização e é antioxidante, atuando contra doenças cardiovasculares e envelhecimento precoce. Vitamina A é um poderoso antioxidante, aumenta a imunidade e é ótimo para os olhos, pele, ossos e dentes. A vitamina K é conhecida por promover a função do cérebro e osso enquanto age como um antioxidante e anti-inflamatório, três xícaras de rúcula fornece mais de 100% de sua vitamina diária K. Ainda é rica em cálcio e ferro, combatendo quadros de anemia. Apresenta uma substância chamada colite, esta, atua facilitando o processo digestivo e previne inflamações intestinais.

Fonte importante de ômega 3, ajuda no controle do bom colesterol e no tratamento do mau colesterol. Tem a incrível capacidade de limpar as artérias, diminuindo os níveis de triglicerídeos. Apresenta fitoquímicos, que funcionam como antioxidantes essenciais ao corpo. Com isso, atuam a livrar o corpo de algumas toxinas e substâncias de origens cancerígenas. Saudável também para o pulmão.

Recomenda-se comer a folha e o talo logo pela manhã pois atua no tratamento de problemas da gengiva.

a7SALSA ou SALSINHA

(Petrosolium sativum)

Salsa é rica em minerais como o fósforo, cálcio, ferro e enxofre e também se destaca pela seu elevado conteúdo de vitamina C. Grande concentração de clorofila.  Ajuda a fortalecer o sistema imunológico perante os agentes externos; evita resfriados.

Uma das propriedades mais importantes da salsa é o fato de atuar como diurético, ou seja, favorece a eliminação de líquidos e evita que estes se retenham no nosso organismo, melhora o funcionamento dos rins e também do fígado e os ajuda a expulsar as toxinas, deixando os órgão mais limpos e menos sobrecarregados. É por isso que se recomenda o consumo desta erva em casos de obesidade ou sobrepeso, assim como para melhorar as doenças reumáticas e todas as relacionadas com a retenção de líquidos.

Além disso,  atua como antioxidante do nosso organismo, por isso previne o envelhecimento das células e ajuda a mantê-las jovens. uma vez que a salsa funciona como antiflatulento e carminativo, ajudando a expulsar os gases e também ajuda a promover o apetite.  Fortalece o cabelo e as unhas, e também é muito adequada para combater problemas cutâneos. Podemos usar a salsa para combater as dores menstruais devido às suas qualidades espasmolíticas, que aliviam a dor.  Ajuda a controlar a pressão arterial, já que contém ácido fólico, responsável por manter o coração forte.

A salsa triturada detém o fluxo de sangue pelo nariz e de feridas; é depurativa; combate infecções urinárias; controla o excesso de açucar nos diabéticos, tomando sumo cru três vezes por dia.

O chá possui propriedades anti-inflamatórias e age direto na inflamação das células, o que causa a celulite. Em um mês você já consegue perceber uma diminuição dos furinhos e do efeito casca de laranja e elimina também, o mau hálito.

manjericaoMANJERICÃO

(Ocimum basilicum)

Tal como as verduras, o manjericão fornece minerais com propriedades alcalinas que equilibram as típicas dietas ácidas. Os óleos essenciais eugenol, citronelol, linalol, citral, limoneno e terpinelolgaran tem proteção contra bactérias. Inibem estirpes de algumas bactérias (Staphylococcus, EnterococcusPseudomonas) que desenvolveram resistência a tratamentos com antibióticos .

Manjericão ajuda a melhorar o poder de retenção de uma pessoa. É rico em corticosterona, que ajuda a melhorar a memória. Auxilia no desencadeamento de circulação cerebral, reduzindo assim os danos cerebrais e fortalece o sistema nervoso, é conhecido por aliviar o stress.

O efeito inibidor de enzimas do eugenol ajuda a combater a artrite ou as inflamações nos intestinos. Orientin e  viceninare são dois flavonóides do manjericão benéficos para as células do sangue e que protegem as estruturas das células e cromossomas de radiações e danos do oxigênio. Os elevados níveis de magnésio ajudam os músculos e os vasos sanguíneos a relaxar, melhorando o fluxo do sangue. Impede a formação de placa e acúmulo de gorduras nas paredes das artérias.

O manjericão possui níveis impressionantes de Vitamina C (ácido ascórbico). O Ácido Ascórbico é um dos melhores antioxidantes naturais para o combate aos radicais livres, é anti viral e acelera a cicatrização de feridas. Rico em carotenóides, que é absorvido da retina mácula lútea e impede a radiação UV de entrar na retina, e previne a degeneração macular (cegueira) em idosos.

É um excelente remédio para afastar insetos, basta colocar uma muda da planta na sua varanda.  O chá  é conhecido por combater a disenteria, náusea e problemas de estômago relacionados com gases.

O manjericão transmuta a nossa energia agressiva, transformando-a em vontade e força para brigar por coisas mais importantes como metas e ideais. Ajuda a brigar pela vida e pelas coisas que nós queremos; e por ser um poderoso energizante, deve entrar em toda a alimentação de uma casa. Experimente trocar o alho, que deflagra agressividade, pelo manjericão que traz suavidade.

hortelaHORTELÃ

(Mentha officinalis)

A hortelã estão reunidas, em elevado grau, as propriedades antiespasmódicas, carminativas, estomáquicas, estimulantes, tônicas, etc. Prescreva-se a hortelã como remédio na atonia das vias digestivas, flatulências, timpanite (especialmente a de causa nervosa), cálculos biliares, icterícia, palpitações, tremedeiras, vômitos (por nervosidade), cólicas uterinas, dismenorréia. É um medicamento eficaz contra os catarros das mucosas, favorece a expectoração e combate a formação de novos mucos.

Ajuda no fortalecimento dos órgãos digestivos e auxilia em uma digestão eficiente. Ele aciona o funcionamento das glândulas salivares e várias enzimas digestivas. Sabe-se que proporcionar um efeito de arrefecimento.

É útil contra infecções de garganta. Seu aroma alivia o estresse e ajuda na limpeza da traqueia; remove o bloqueio do nariz e congestões respiratórias e possui excelentes benefícios contra a asma por causa do seu aroma.

Benéfico para a pele. Tem propriedades anti-inflamatórias e é ante-pruriginosas; ele pode ser aplicado diretamente sobre as áreas que coçam. Ele pode ser usado como um purificador para remover a pele morta e trás brilho para a pele. Ótima fonte de antioxidantes e contém ácido rosmarínico, que ajuda a combater os radicais livres e protege contra o câncer de pele. Ele pode ser aplicado para a acne e espinhas e possui efeito calmante.

Menta restringe o metabolismo das células cancerosas. Ele contém álcool perílico que limita o crescimento de células cancerígenas. O câncer de próstata pode ser prevenido pelo seu consumo, pois ajuda a desestabilizar a estrutura do DNA. Os carotenóides e retinóides também estão presentes, que é útil contra câncer de fígado. Bastante eficaz nos tratamentos das dores menstruais.

Às crianças que tem vermes intestinais, administra-se um chá de hortelã, liberta-las dos parasitas que as atormentam. As mães que amamentam devem tomar este chá, para aumentar a secreção do leite.

Outra das propriedades da hortelã é o fato de atuar como antisséptico e analgésico, por isso, um dos seus usos externos é a limpeza e tratamento de feridas. Da mesma forma, misturando infusão de hortelã com azeite conseguiremos um bom remédio contra as queimaduras.

 agrião1AGRIÃO
(Nasturtium officinale)

É um vegetal crucífero rico em antioxidantes, bioflavonoides. Fonte de vitamina A (na forma de betacaroteno) e de vitamina C, antioxidantes que protegem contra danos nas células provocados por radicais livres, moléculas instáveis produzidas na queima de oxigênio pelo organismo. Combatem o raquitismo, o ácido úrico e as doenças do pulmão, expectorante, fluidificante; purifica o fígado e o estomago. Os fumantes devem fazer uso do agrião, uma vez por semana, para a desintoxicação do organismo. Age como diurético, afrodisíaco, mineralizante, fortificante, depurativo, adstringente. Um dos erros que muitos cometem é o de comer só as folhas e desprezar os talos, onde se encontra o iodo, elemento mineral indispensável no metabolismo da tireóide.

As vitaminas que compõem o agrião reforçam os sistemas de defesa, protegendo assim o organismo contra infecções causadas por vírus e bactérias, por isso recomendamos esse alimento para combater resfriados e gripes.

Contém a piridoxina, a vitamina B6, esse nutriente participa de neurotransmissores como a serotonina e dopamina, que dão a sensação de bem-estar, aumentando a concentração e prevenindo a perda de memória. As vitaminas do complexo B que compõem o agrião são responsáveis pelo crescimento saudável, bom humor e concentração. O talo crocante tem alto teor de iodo que é fundamental para garantir o bom funcionamento da tireoide, além de de ser rico em fibras que regulam as funções do intestino.

Alguns vegetais possuem ação anticarcinogência e quimiopreventiva. Os vegetais que possuem esse tipo de ação benéfica ao organismo são os componentes da família das brássicas. Enquadram-se nesse grupo os seguintes alimentos: agrião, couve-flor, repolho, brócolis, couve mineira, couve-manteiga, couve de bruxelas, couve-rábano, couve-tronchuda, couve-chinesa, mostarda, nabo, rabanete e rúcula.

Entres os compostos bioativos dessas hortaliças estão os glicosinolatos e S-metil-cisteína-sulfóxidos. Substâncias que se formam a partir desses compostos são capazes de produzir o efeito de prevenção do câncer. Os isotiocianatos e outros compostos são formados a partir dos glicosinolatos, através da ação de uma enzima chamada mirosinase presente nesses vegetais. Seu mecanismo de ação é inibir enzimas capazes de ativar carcinógenos e de induzir enzimas que contribuiriam para a eliminação desses carcinógenos pelo organismo. Sendo assim, os alimentos da família Brassicaceae devem ser consumidos frequentemente, para que, além de nutrir, possam fornecer substâncias importantes para a prevenção de câncer.

Poucos alimentos fazem tão bem à nossa saúde quanto o agrião.

  limao                    LIMÃO
(Citrus limon)

O limão pode ser considerado o rei dos frutos curativos, pela quantidade e variedade de suas aplicações. Porém, tendemos a repudiá- lo por seu gosto azedo e a minimizar suas virtudes.

É rico em vitamina C, fósforo, potássio, enxofre e magnésio, caracterizando-se como um fruto de primeira linhagem extremamente saudável, podendo curar inúmeras doenças em função de suas propriedades medicinais comprovadas, sendo imprescindível para quem quer ter qualidade de vida e vida longa.

Ele tem vencido diáteses artríticas mais e melhor do que qualquer outra fruta. Indicações no impaludismo, asma, dispepsia gotosa, enxaqueca, litíase biliar renal, acidez do estômago, fígado, e da boca, reumatismo, combate à acne, afta, alcoolismo, amenorréia, amídalas, anemia, angina do peito, apendicite, arteriosclerose e diversas outras. É diurético e pode ser usado na nefrite, com êxito, especialmente nas formas que produzem um estado de hidropisia. É eficaz nas febres eruptivas e tíficas. Não só abranda o calor, acalmam a sede, refrescam o organismo, como estimulam os rins, limpam os intestinos e fazem um bem extraordinário ao fígado.

O limão também é rico em vitamina P, que potencializa a eficácia da vitamina C e atua no fortalecimento dos tecidos capilares e conjuntivos, evitando sangramentos, como os de gengiva; auxilia ainda no processo de cicatrização e no tratamento de edemas; ativa a circulação e equilibra as taxas de colesterol, além de aumentar a resistência contra infecções e viroses e contribuir para o alívio de gripe e resfriado.

A vitamina P não é produzida pelo corpo, por isso precisa ser obtida na alimentação. No limão, ela é encontrada na pele branca (entre-casca) e na película que envolve os gomos da fruta.

O limão com seus ácidos, facilmente transformados em elementos alcalinizantes, e com suas bases, fermentos e vitaminas, contribui poderosamente para oxidar esses resíduos.

Benefícios-do-abacaxi              ABACAXI

(Ananas sativus)

Em termos nutricionais o abacaxi contém cálcio, fosforo, sódio, potássio, magnésio, manganês, cobre, selênio, glucose, frutose e fibra. Com tudo isto se transforma em um agente nutricional maravilhoso, que conta não só com a riqueza da fibra, mas também com um considerável aporte de minerais.

Fonte de vitamina A, C e B6, ele é capaz de manter doenças afastadas e retardar o envelhecimento celular precoce. A fruta ainda tem muitas fibras e boa quantidade de água, sendo capaz de melhorar o trânsito intestinal e regular o apetite.

Possui alta concentração da enzima bromelina e antioxidantes da vitamina C, que desempenham um papel importante no processo de cura do corpo. A vitamina C é um antioxidante que protege o corpo contra os danos dos radicais livres e estimula o sistema imunológico; ajuda a construir e a reparar o tecido corporal e promove a cicatrização de feridas.

O corpo usa-a para ajudar a metabolizar as gorduras e o colesterol; a absorver o ferro; para a produção de aminoácidos e colágeno. O colágeno é um dos blocos de construção primário da pele, cartilagens e ossos. Diminui a probabilidade de que se contraiam resfriados e infecções. Bom para a saúde bucal, reduz o risco de gengivite e doença periodontal, além de aumentar a capacidade do tecido conjuntivo e combater as bactérias invasoras e outras toxinas que contribuem para a doença de goma.

Bromelina é uma enzima digestiva natural extraído de abacaxi. O nutriente natural na guerra contra o câncer e outras  doenças crônicas, enzima capaz de degradar materiais albuminóides (proteínas solúveis em água) em proteases ou peptonas, dissolver gorduras, principalmente as das carnes, sendo empregada também para  amaciá-las, para clarificar cerveja e como droga anti-inflamatória. A bromelina é encontrada no miolo do abacaxi, onde se concentra a maior quantidade, ou mesmo na parte central da fatia (parte dura), onde muita gente retira na hora de saborear a fruta.

A enzima bromelina age em nosso organismo como ação mucolítica, dissolvendo o muco ou catarro dos pulmões, favorecendo uma limpeza geral, intestinal, como se fosse passada uma esponja, facilitando a expectoração. Ajuda a desobstruir a circulação, principalmente se houver edema provocado por batida em algum acidente; é digestiva, sua principal virtude. Age no estômago, pois a bromelina é a enzima que desdobra as proteínas alimentares, facilitando o melhor aproveitamento dos nutrientes, favorecendo e acelerando a digestão pesada.

A bromelina é um anti-inflamatório natural. é eficaz no tratamento de contusões, entorses e distensões, reduzindo o inchaço, sensibilidade e dor. Este potente efeito anti-inflamatório também pode ajudar a aliviar os sintomas da artrite reumatoide e reduz o inchaço pós-operatório. A bromelina é uma mistura de enzimas proteolíticas (cascas e hastes frutíferas) de alto peso molecular capaz de ser absorvida pelo trato gastrintestinal produzindo ações anti-inflamatórias e antiexsudativa, podendo apresentar efeitos anticoagulantes e inibição na agregação plaquetária.

Os principais usos terapêuticos da bromelina são: Inibição da agregação plaquetária, atividade fibrinolítica, ação antiinflamatória, ação antitumoral, modulação de citocinas e da imunidade, propriedade debridande de pele, aumento da absorção de outras drogas, propriedades mucolíticas, facilitador da digestão, acelerador da cicatrização e melhora da circulação e sistema cardiovascular. A bromelina é bem absorvida por via oral e as evidências disponíveis indicam que sua atividade terapêutica aumenta com as doses mais altas. Apesar de todos os seus mecanismos de ação ainda não estarem totalmente esclarecidos, foi demonstrado que é um seguro e efetivo suplemento.

Cenoura               CENOURA

(Daucus carot)

Contêm muitos sais minerais, como fósforo, cloro, potássio, cálcio e sódio, necessários ao bom equilíbrio do organismo, e vitaminas do Complexo B, que ajudam a regular o sistema nervoso e a função do aparelho digestivo.

A cenoura consagra excelentes benefícios para os olhos, para a pele, cabelos, mucosas, ossos e sistema imunológico. Inquestionáveis são suas as propriedades terapêuticas, úteis para inúmeros problemas de saúde. Rica em vitamina A, que contribui para o bom estado da visão, da pele e das mucosas; o caroteno presente na cenoura transforma-se no fígado em vitamina A. Tanto o caroteno como a vitamina A estão relacionados com a visão noturna. A retina do olho consome continuamente matérias clorofílicas amarelo-vermelhas para a formação de um pigmento intensamente vermelho, a púrpura retiniana ou rodopsina. Este elemento é decisivamente importante para a capacidade visual do olho, a fim de se adaptar às condições de luminosidade em cada momento. O abundante consumo de cenouras aumenta essa capacidade de adaptação à luz. Pelo contrário, o baixo consumo de cenouras (ou de caroteno) diminui a capacidade de ver no escuro o que se designa habitualmente por “cegueira noturna” ou “hemeralopia”.

Comer a cenoura crua limpa os dentes e desenvolve os maxilares. O seu sumo favorece o bom funcionamento do fígado, purifica a bílis, ajuda na cura da icterícia e é um bom remédio para as doenças dos brônquios e pulmões. O caldo concentrado de cenoura, ao qual é adicionado mel e/ ou sumo de limão, é óptimo para curar bronquites, sendo ainda indispensável para gestantes e lactantes, pois melhora e aumenta o volume sanguíneo que, consequentemente, aumenta e melhora a produção do leite. Na fase do crescimento ela é essencial: é eficiente contra o crescimento retardado em crianças, na dentição defeituosa ou insuficiência de resistência contra as infecções.

Fonte de vitamina E, que tem uma importante ação antioxidante, evitando danos nos tecidos, e de ácido fólico – fundamental para o bom funcionamento dos sistemas imunitário, nervoso e cardiovascular -, a fibra da cenoura ajuda no trânsito intestinal e na redução dos níveis de colesterol do sangue.

Seus benefícios medicinais não ficam por aqui, é antisséptica, antimicrobiana, aperiente, bronzeadora, cicatrizante, citostática, diurética, emoliente, estimulante dos sistemas linfático e nervoso, rejuvenescedora, remineralizante, suavizadora.

Doentes de reumatismo, por exemplo, devem beber sumos de cenoura diariamente, assim como comer cenouras cruas antes das refeições. Também na tuberculose este legume, quando comido cru, é um importante complemento na alimentação. A cenoura crua e ralada é ainda excelente na cura de úlceras.

laranjaLARANJA

(Citrus aurantium L.)

Além de ser rica em vitamina C, é também uma excelente fonte de ácido fólico, magnésio, potássio, tiamina B1, riboflavina B2. O ácido cítrico, o que potencializa a ação da vitamina C, encontra-se igualmente em grandes quantidades nesta fruta apetecível. A fibra, por sua vez, encontra-se, sobretudo entre a casca e polpa (a “parte branca” da laranja, que muitas vezes é removida).

É a fruta com o mais alto nível de antioxidantes, com mais de 170 diferentes tipos de fitoquímicos, incluindo mais de 60 flavonoides, que apresentam propriedades anti-inflamatórias, antitumor e inibe a formação de coágulos no sangue.

A composição nutricional da Laranja faz desta fruta, um aliado à saúde cardiovascular, devido ao efeito antioxidante dos seus nutrientes (impedem que o “mau colesterol”, LDL, se acumule nos vasos sanguíneos). Esses nutrientes com propriedades antioxidantes são também uma forma de prevenção contra outras doenças degenerativas como cancro.

Por ser rica em vitamina C, a laranja torna o organismo mais resistente às infecções, dá vitalidade às gengivas e conserva a mocidade, entre outras funções. Possui também propriedades cicatrizantes, auxilia o organismo a absorver o ferro de outros alimentos, a combater estresse e alergias, a diminuir as taxas de colesterol e o risco de alguns tipos de câncer. A infusão das flores de laranja é utilizada como antiespasmódica e calmante. A infusão do fruto maduro, tomada fria, reduz a febre. Previne gripe e resfriado.

As frutas cítricas protegem o corpo por suas propriedades antioxidantes e por fortalecer o sistema imunológico, inibir o crescimento de tumores e normalizar as células tumorosas. Uma porção extra de frutas cítricas por dia – além das cinco porções de frutas e vegetais recomendadas por dia – pode reduzir o risco de um derrame em 19% e também, reduzir o risco de câncer de boca, laringe e estômago em mais 50%.

É aconselhável o consumo de pelo menos uma laranja por dia, pois garante o aporte da dose diária recomendada de vitamina C, sendo também um dos melhores reguladores dos valores do colesterol.

20111129_50320_curcuma-raizAÇAFRÃO ou CÚRCUMA

(Curcuma longa L)

São conhecidos aproximadamente mais de 235 compostos da cúrcuma, entre eles os terpenos, diarilpentanóides, fenilpropenos, compostos fenólicos, esteróis e alcalóides. O seu principal componente é a curcumina, responsável pela sua coloração amarelada e por suas funções antiinflamatória, antioxidante e antimicrobiana. Em 100g de cúrcuma são encontradas quantidades quase que ideais de vitamina C, ferro, niacina, potássio e fósforo.

Açafrão aumenta a capacidade antioxidante do corpo. Os danos oxidativos são uns dos mecanismos associados ao envelhecimento e a várias doenças. Envolvem radicais livres moléculas altamente reativas com elétrons desemparelhados. Os antioxidantes do açafrão protegem o organismo dos radicais livres e dos danos oxidativos, neutralizando-os graças à sua estrutura química. Para além disso os curcuminóides fortalecem a atividade anti oxidante das enzimas, incluindo a glutationa peroxidase, catálase e a superóxido dismutase.

O açafrão serve para ajudar no tratamento de problemas na tireoide, má digestão e outros problemas de estômago, prisão de ventre, hemorroidas, asma, bronquite, problemas urinários, ciclo menstrual desregulado e entre outros.

É rico em potássio e combate o mau colesterol (LDL), minimizando o risco de problemas cardíacos. A curcumina tem alto poder antioxidante e anti-inflamatório. Os benefícios são a prevenção de males como câncer e Alzheimer, a melhora no aspecto da pele, a digestão de proteínas facilitada e a regulação do metabolismo. Para quem quer emagrecer, o consumo regular de açafrão enfraquece a reserva de gordura do corpo, pois diminui a irrigação sanguínea no tecido adiposo.

A curcumina reduz também as inflamações e a oxidação, importantes para as doenças de coração. Reforça o fator neurotrófico derivado do cérebro, ligado à melhoria da função cerebral e o menor risco de doenças. Pode reduzir a angiogênese nos tumores e a metástase, bem como contribuir para a morte de células cancerígenas. Ajuda a tratar e prevenir a artrite e possui benefícios  incríveis contra a depressão.

A promoção de um tumor está intimamente ligada a um estado pró-inflamatório e a curcumina diminui esse componente. Sua ação abrange a inibição da carcinogênese coloretal, pâncreas, gástrica, próstata, hepática, mama, orais e leucemia. Ela sequestra os radicais livres e impede a peroxidação lipídica protegendo contra doenças cardiovasculares como a aterosclerose e danos oxidativos ao DNA.

me_16281_34643GENGIBRE

(Zingiber officinalis)

Raiz emagrecedora e anti-inflamatória.

Gengibre apresenta uma substância chamada gingerol, dotada de propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que protegem o organismo de bactérias e fungos. O gingerol é responsável pelo sabor picante da raiz.

Abundante em substâncias termogênicas que ativam o metabolismo do organismo e potencializam a queima de gordura corporal, pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. No entanto, sabe-se que não existem milagres quando o assunto é perder peso. Para que o consumo de gengibre com este objetivo mostre resultado, é necessário aliá-lo à dieta regrada e exercícios físicos.

A raiz é composta por vitamina B6, assim como nos minerais, o potássio, magnésio e cobre, mas tais propriedades se tornam pouco relevantes levando-se em conta o consumo diário da planta. Rico nos componentes medicinais cafeno, felandreno, zingibereno e zingerona.

É referência quando se fala em problemas estomacais, pois combate enjoos, gases, indigestão, náuseas causadas pelo tratamento do câncer e perda de apetite. Também auxilia na digestão de alimentos gordurosos. Não é à toa que uma substância presente na raiz do gengibre é usada na fabricação de medicamentos laxantes, antigases e antiácidos.

Muito utilizada para combater o mau hálito, cólica menstrual e até ressaca. Graças ao poder anti-inflamatório, o gengibre ainda é usado para aliviar dores decorrentes da artrite, dores musculares, infecções do trato respiratório, tosse e bronquite.

Mastigar as lascas de gengibre, assim como chupar a bala, ajuda a aliviar a rouquidão e irritações na garganta, mas é preciso atenção, pois, elas somente mascaram a dor. O gengibre irá aliviar os sintomas até que o corpo se encarregue de curar a doença.

dates TAMARA

(Phoenix dactylifera L.)

Contém uma variedade de vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6, B9), vitamina A e C. Estas vitaminas têm funções fundamentais na gestão da saúde do organismo: no metabolismo dos hidratos de carbono; no controle sanguíneo dos níveis da glicose e dos ácidos gordos para regular uma distribuição constante de energia; na produção da hemoglobina, para controlo da anemia.

Estão também presentes minerais essenciais: o magnésio e o cálcio participam no correto desenvolvimento ósseo e no metabolismo energético; o ferro intervém na produção de células vermelhas do sangue, responsáveis pelo transporte de todos os nutrientes e para todas as células do corpo; o potássio, que contribui para a manutenção e equilíbrio do sistema nervoso e para o bom funcionamento dos músculos; o fósforo trabalha em equipa com o cálcio, para o crescimento e resistência óssea; o selênio atua no crescimento e reparação celular, ajudando a travar o envelhecimento.

As propriedades farmacológicas distintas: anti-hiperlipidémica, anticancerígena, gastro-protectora, hepato-protectora e nefro-protectora. Também é fonte natural de açúcares, como a glicose, a frutose e a sucrose, proporcionando a libertação instantânea de energia. O seu elevado conteúdo em fibras ajuda a regular o intestino e a prevenir a obstipação.

Presença de antocianidinas, ácidos fenólicos, esteróis, carotenoides, procianidinas e flavonóides, conhecidos hoje por possuírem múltiplos efeitos benéficos na saúde.

Diz-se que um beduíno resiste três dias de marcha com uma única tâmara: “No primeiro come a pele, no segundo dia o fruto e no terceiro o caroço”. Essa inocente frutinha, que por aqui costuma ser mais consumida na época natalina, sem que a maioria de nós sequer imagine sua propriedades nutritivas, no deserto torna possível a vida.

Contra indicações: Pessoas que ingerem inibidores de monoamina oxidase (MAO), para tratamento de depressão ou pressão alta, devem evitar o consumo das tâmaras, porque a tiramina pode interagir com estas substâncias e elevar de forma perigosa à pressão arterial.

13_ BaunilhaBAUNILHA

(Vanilla planifolia)

Possui cálcio, magnésio, potássio, fósforo, zinco.

Afrodisíaca, é considerada estimulante e auxilia a melhorar o humor. Ela é considerada afrodisíaca porque, na verdade, sua ingestão provoca uma espécie de irritação uretral, o que costuma estimular a consciência em relação aos órgãos genitais. É muito utilizada em poções do amor e também em casos de baixa libido.

Uma das propriedades mais conhecidas da baunilha é a sua capacidade para prevenir o câncer. A vanilina é um dos ingredientes ativos da baunilha, e já comprovou ter numerosas propriedades contra o câncer. Além de prevenir a mutação das células que origina o câncer, freia o crescimento delas.

Indicações: afecções uterinas e nervosas, corretor de sabor, diarreias, disquinesias hepatobiliares, dispepsias hiposecretoras, espasmos, esterilidade, estimulante, falta de energia, febres adinâmicas, flatulência, impotência, melancolia histérica, reumatismo crônico.
Em homeopatia: afecções nervosas e uterinas, convulsões, metrite, hipocondria e mistura com outras ervas.

Além disso, a baunilha ajuda a prevenir o aparecimento de Alzheimer no cérebro. As células do nosso órgão superior conseguem com o consumo da baunilha aproveitar suas propriedades antioxidantes, as quais protegem as células impedindo o desenvolvimento da doença.

amendoasAMÊNDOAS

(Prunus dulcis )

Excelente fonte de proteína vegetal, além de gorduras insaturadas, magnésio, manganês, potássio, fósforo, selênio, vitamina E vitaminas do complexo B. Também é rica em antioxidantes, não contém colesterol e é pobre em sódio. Minerais como potássio e a baixa quantidade de sódio contribuem para manter a pressão arterial em valores ideais.

Aqueles que consomem amêndoas pelo menos cinco vezes na semana conseguem reduzir o risco de um ataque cardíaco em até 50%. Isso porque quando são adicionadas à dieta. Seu consumo frequente ajuda a diminuir os níveis de colesterol total e colesterol “ruim” ou LDL, enquanto aumenta os níveis de colesterol “bom” ou HDL. Por ser um alimento de origem vegetal, a amêndoa não contém colesterol em sua composição.

Também reduzem a gordura corporal. Mesmo que as amêndoas sejam ricas em gordura, são ricas na gordura boa, que é saudável para o organismo. Comê-las 2 vezes por semana diminui em 31% a possibilidade de manter-se com quilos extras. Impede o nível de açúcar de sangue quando comidas após as refeições principais.

Os nutrientes da amêndoa protegem as paredes das artérias. Os flavonoides presentes na pele da amêndoa, e a Vitamina E, fazem uma sinergia que fortalece a estrutura das artérias. Ricas em L-carnitina e em riboflavina, induzem ao aumento da atividade cerebral, otimizando o funcionamento do cérebro ao ponto de reduzir o risco da Doença de Alzheimer. Os benefícios registrados incluem a melhora do intelecto.

Desde os tempos antigos que são utilizadas diferentes partes da amêndoa como, antitussígenos, hepatoprotetor e hipotensor, entre outros. As suas principais propriedades são as emolientes dermatológicas, laxantes, anti-inflamatórias, cicatrizantes e anti-espasmódicas.

Incluir as oleaginosas no lugar de alimentos com baixo valor nutricional é uma excelente opção para manter a saciedade e obter nutrientes. Para quem pratica atividade física ou quer atingir definição muscular, as amêndoas devem fazer parte do plano alimentar.

melMEL

(Apis mellifera)

O mel uma substância viscosa que é composta por cerca de 80 a 90% de carboidratos, pequenas quantidades de enzimas, aminoácidos, minerais, oligoelementos, vitaminas e polifenóis, crômio, manganês, selênio, enxofre, boro, cobalto, flúor, iodeto de molibdênio e de silício. O aroma, paladar, coloração, viscosidade e propriedades funcionais do mel estão diretamente relacionados com a fonte de néctar que o originou e também com a espécie de abelha que o produziu. De maneira geral, alguns estudos demonstram que o mel possui propriedades prebióticas, antimicrobianas, antivirais, antiparasitária, anti-inflamatória, antioxidante e anticarcinogênica.

Os polifenóis são outro grupo de substâncias importantes responsáveis pela aparência e propriedades funcionais do mel. Em geral, quanto mais escuro o mel, maior a quantidade de polifenóis e melhor sua propriedade antibacteriana e antioxidante. Podem ser encontradas cerca de 56 a 500 mg/kg de mel de polifenóis totais em tipos diferentes de mel. Os polifenóis presentes no mel são principalmente os flavonóides (como a quercetina, luteolina, kaempferol, apigenina, crisina e galangina) e ácidos fenólicos. Estes são compostos conhecidos por suas propriedades antioxidantes.

A mistura de açúcares do mel é composta principalmente por frutose e glicose. A frutose apresenta-se normalmente em maior quantidade que a glicose e 5 a 10% dos carboidratos totais são oligossacarídeos. O índice glicêmico (IG) do mel varia entre 32 a 85, dependendo da fonte botânica e quanto maior o teor de frutose menor será o IG.

Além disso, contém boas quantidades de colina, que é essencial para a função cerebral e cardiovascular, bem como para a composição da membrana celular.

A tributirina é um composto bioativo presente também no mel. Essa substância tem sido relacionada, por meio de estudos in vitro e in vivo, com diversos mecanismos anticarcinogênicos, como indução de apoptose e diferenciação celular, possuindo um papel quimiopreventivo principalmente na hepatocarcinogênese.

agua01       ÁGUA (água)

Desde criança se aprende que o consumo de água é vital para o corpo humano. Líquido precioso, a água cumpre um papel importante no organismo. Além de regular muitas funções, como a temperatura corporal e o bom funcionamento do sistema circulatório, a água também contribui para o transporte de nutrientes e é essencial em todos os processos fisiológicos e bioquímicos do nosso corpo.

Se uma grande parte do corpo humano é composta por água, nada mais natural do que a procura da mesma para curar o organismo. Com propriedades curativas inigualáveis, a água é uma bênção para o corpo na medida em que rejuvenesce a pele e o organismo, alivia todo o tipo de dores, tonificando o corpo e tranquilizando músculos, pulmões, coração e estômago. Em adição, estimula e fortalece os sistemas digestivo, circulatório, imunológico e endócrino. As propriedades térmicas, físicas e químicas da água agem como um fio condutor das suas temperaturas quentes e frias e o corpo reage instintivamente a estes estímulos. O poder curativo da hidroterapia está assente em dois efeitos principais – o mecânico e o termal. A temperatura a que está à água quando aplicada depende do problema em questão e do tratamento escolhido para curá-lo. Em termos mecânicos, o corpo também reage de forma instintiva porque as características estáticas e dinâmicas da água permitem que sejam realizados movimentos sem forças gravitacionais reduzidas, ou seja, o corpo movimenta-se mais fácil e livremente dentro do que fora de água.

Consumida diariamente, em quantidades recomendadas de no mínimo 2 a 3 litros por dia a água mineral é fonte de eliminação de toxinas e gorduras, além de hidratar todo o organismo e a pele sendo uma rica fonte de beleza, afinal o melhor hidratante é aquele que hidrata de dentro para fora.

A água é imprescindível para manter diversas funções vitais e órgãos do nosso corpo: Os rins chegam a ter 83% de água, enquanto o coração, os pulmões e o sangue ficam com algo em torno de 80%; É importante para a digestão e transporte dos nutrientes para as células; Atua como lubrificante nos olhos e entre os ossos; Tem fundamental participação na atividade cerebral e no funcionamento do sistema nervoso; Equilibra a temperatura do corpo.
No entanto, estamos permanentemente eliminando água do organismo. Somente com a respiração são 0,3 litros por dia. Quando a temperatura ambiente é alta ou quando fazemos exercícios físicos, a perda é de 0,8 litros por hora. Mais 1,5 litro se perde com a urina, a evacuação e a salivação. Pode parecer pouco, mas começa a ser perigoso quando esse volume se aproxima de 1% do peso corporal, quando é ativado o processo de desidratação, já que a função vital de muitos órgãos depende da quantidade equilibrada de água. Repor líquido constantemente é uma necessidade tão importante quanto respirar.

O uso das águas terapêuticas deve ser controlado, pois o consumo exagerado de algumas destas podem acarretar sérias complicações à saúde. Pensando nisto foi criado um Código de Águas Minerais, que as classifica conforme suas características e uso.
Alguns exemplos: Água carbonatada: Indicadas na dispepsia, gastrites, úlceras gastroduodenais, hepatites, diabetes e moléstias da nutrição. Água cabogasosa: Apropriadas no combate a moléstias dos rins, do fígado, cálculo renal e vesicular além de serem diuréticas.
Água bicarbonatada Mista: Podem tratar moléstias gastrointestinais, hepatite, dispepsia e mólestias renais. Água Iodada: Indicadas nas arteriosclerose, reumatismo, insuficiência tireoidiana, bócio e mólestias do fígado e do rins. Água Sulfurosa: Apropriadas para as moléstias alérgicas, eczemas, artrites e reumatismo. Água Ferruginosa: Podem tratar anemias ferroprivas e estimular o metabolismo. Água Cloretada: Indicadas nas moléstias gastrointestinais, gastrites, pancreatites, hepatites e moléstias renais. Água Bicarbonatada Cloretadas: Apropriada para tratar moléstias gastrointestinais, gastrites, pancreatites, hepatites e moléstias renais. Água Bicarbonatada Cloro-sulfatadas: Podem tratar moléstias do aparelho digestivo, de nutrição, artritismo e eczemas por conterem bicarbonato, cloretos e sulfatos alcalinos. Água Sufurosa Bicarbonatada: Indicadas para moléstias de pele, nas afecções reumáticas de fundo alérgico e atua como estimulante das funções gastrointestinais.
Água Sulfurosa-bicarbonatada e Sulfatada: Indicadas no combate ao artritismo, gastrite e moléstias de pele, por serem bastante alcalinas. Água Sulfurosa-bicarbonatada e Cloro-sulfatada: Podem tratar pacientes com reumatismo crônico, dispepsias, afecções hepáticas e atuar como estimulante do metabolismo. Águas Ferruginosa-bicarbonatada: Indicadas no tratamento de anemias ferroprivas.

maca  MAÇÃ

(Malus domestica borkh)

Dizem que uma maçã por dia é o bastante para manter-se saudável. Não exageram. As propriedades medicinais desta fruta saborosa e perfumada são muitas. Com proteínas, carboidratos, fibras, vitaminas A, C, B1, B2, B6, niacina; cálcio, fósforo, ferro, selênio, manganês, boro, traços de sílica e alumínio. Imprescindível na dieta diária.

A maçã além de saborosa tem considerável valor nutritivo. As vitaminas do Complexo B em geral ajudam a regular o sistema nervoso, o crescimento, evitam problemas de pele, do aparelho digestivo e queda dos cabelos. O Fósforo previne a fadiga mental, além de contribuir para a formação de ossos e dentes. O Ferro é importante na formação do sangue. É rica em quercetina, substância que ajuda a evitar a formação dos coágulos sanguíneos capazes de provocar derrames.

A maçã é recomendada para pessoas com problemas de intestino, obesidade, reumatismo, gota, diabetes, enfermidades da pele e do sistema nervoso. A sua casca seca é empregada como chá para purificar o sangue e como diurético.

Para melhor aproveitamento das suas vitaminas, o ideal é consumi-la ao natural com casca, pois é junto dela que está a maior parte das suas vitaminas e os sais minerais, pois contêm uma elevada quantidade de fitoquímicos, principalmente flavonoides e ácidos fenólicos. Estes fitoquímicos são potentes agentes antioxidantes, ajudando a eliminar compostos prejudiciais ao organismo humano, bem como inibir a produção de substâncias que danificam células normais.

A inclusão de maçãs e produtos derivados de maçãs na dieta pode ajudar a diminuir o risco do desenvolvimento de doenças cardíacas.

A ingestão materna de vitamina E, vitamina D e zinco durante a gravidez, o consumo materno de maçãs e peixes durante a gravidez pode reduzir o risco de as crianças desenvolverem asma ou doença atópica (um grupo de afecções, frequentemente hereditárias, que são mediadas pela IgE, como a rinite alérgica e a asma alérgica).

Diante destes indicativos, nos resta manter ou incluir esta excelente fruta em nossa dieta, pois é melhor prevenir do que remediar!

melancia             MELANCIA

(Citrullus lanatus)

Além de doce e muito refrescante, é muito nutritiva. Possui hidratos de carbono (açúcar), betacaroteno (provitamina A) e vitaminas do complexo B e C. Também apresenta cálcio, fósforo, ferro e muita água. Hoje já se conhece o licopeno e glutationa, compostos que a melancia possui em abundância, que são responsáveis por proteger o organismo contra o câncer e a oxidação celular.

O suco de melancia provoca eliminação de ácido úrico, limpa o estômago e o intestino, eficaz no tratamento da acidez estomacal, obesidade, bronquites crônicas, problemas de boca e garganta, cistites. Protege contra o câncer e a oxidação celular.

Os ingredientes benéficos à saúde encontrados em frutas e legumes em geral são conhecidos como fitonutrientes. Na melancia, são encontrados fitonutrientes como o licopeno e o betacaroteno.

Mas o fitonutriente presente na melancia que tem atraído à atenção dos cientistas é a citrulina, que tem a habilidade de relaxar os vasos sanguíneos, da mesma forma que o Viagra o faz. Quando a melancia é consumida, a citrulina é convertida em arginina por enzimas. A arginina estimula a produção de ácido nítrico, que relaxa os vasos, o mesmo efeito básico que o Viagra tem para tratar a impotência e até mesmo preveni-la. A citrulina, precursora da arginina, é encontrada em maior concentração na casca da melancia do que na polpa. Como a casca não é normalmente ingerida.

Os cientistas reconhecem que a impotência pode ser causada também por problemas psicológicos, mas afirmam que uma quantidade extra de ácido nítrico pode ajudar aqueles que precisam de um maior fluxo sangüíneo, o que também é útil no tratamento de problemas cardiovasculares.

cayenne2   PIMENTA CAIENA

(Capsicum annuum L.)

O calor produzido pela pimenta Caiena é causado pela elevada concentração de uma substância denominada capsaicina. Essa substância tem sido muito estudada pelos efeitos analgésicos, pelos seus benefícios cardiovasculares, e pela capacidade de ajudar a prevenir úlceras. A Capsaicina também abre e drena com eficácia as vias nasais congestionadas.

Além do seu elevado teor de capsaicina, a pimenta caiena constitui ainda uma excelente fonte de vitamina A, devido à concentração de carotenóides de pró-vitamina A, incluindo o beta-caroteno. O beta-caroteno é não só um potente antioxidante por si mesmo, como também pode ser convertido em vitamina A dentro do organismo.

Benefícios:

– Fonte elevada de Vitamina A e C, complexo B, rico em cálcio e potássio, que é uma das razões do seu benefício para o coração.

– Aumenta a ação peristáltica no intestino; Ajuda na produção de ácido clorídrico, tão necessário numa boa digestão, como assimilação principalmente das proteínas. Tudo isso se torna muito importante na saúde mental, emocional e física.

– Impulsiona a circulação do coração.

– Bom Anti-gripal, ajuda a mover o muco.

– Previne enxaquecas.

– Ajuda aliviar alergias.

– Propriedades Anti-inflamatórias.

 

sal-rosa-do-himalaia-grande-com-moedor-400-gramas_MLB-O-3769508448_022013   SAL ROSA DO HIMALAIA

Um sal natural, não-refinado e totalmente puro, o mais puro do mundo.

Produzido no Nepal e China, o sal rosa do Himalaia vem de uma reserva natural, aos pés da Cordilheira, este sal tem todas as características naturais dos cristais originais de onde provem e tem um sabor distinto “vivo” que é naturalmente delicioso.

Ligeiramente de cor rosa, conhecido como “ouro branco” contém 84 minerais e oligoelementos em sua composição idênticos aos elementos presentes no corpo humano, sendo facilmente assimilados e metabolizados pelo organismo. Encontrado em pontos tão altos que não há traços de poluição no ar, possui muito melhor qualidade do que o sal alterado quimicamente que é vendido em supermercados, este último reduzido a uma mistura de sódio e cloretos raramente considerada saudável ao corpo humano. O sal do Himalaia, alguns dizem, se aproxima dos elementos principais do oceano que o nosso corpo experimentava nos primeiros dias da evolução, e é por isso que possui tantas propriedades medicinais quando os íons saem de seus cristais. Aumentando o seu misticismo, os cristais autênticos vêm das montanhas mais profundas da terra, localizadas aos pés da cadeia de montanhas do Himalaia, sendo retirados manualmente do solo a partir de cavernas tão velhas que os geologistas dizem ser do período pré-cambriano.

A cor rosa, oriunda da grande concentração de minerais e ferro, é resultado de um processo natural que enriquece o cristal com o tempo, e por ser rico em colóides, que fazem com que os elementos naturais sejam absorvidos pelas células do corpo, ele purifica, relaxa e estimula o organismo agindo como antioxidante e desintoxicante.

São inúmeros os benefícios nos casos de osteoporose, artrite, gota, prisão de ventre e como complemento na alimentação diária, controla a retenção de líquidos, promove o equilíbrio do ph nas células, especialmente as do cérebro, promove o equilíbrio do açúcar no sangue e reduz o envelhecimento precoce, ajuda a gerar células de energia, auxilia na absorção de partículas alimentares pelo  intestino, suporte no sistema circulatório e saúde cardiovascular, melhoria nos sintomas de sinusite, melhora nos sintomas de TPM, promove a fortificação óssea, promove a regularidade do sono, mantém o vigor sexual, em combinação com a água é essencial para a regularização da pressão sanguínea.

O sal proporciona não apenas o sódio, mas também o cloro, necessário para a fabricação de ácido clorídrico e para a função do cérebro e sistema nervoso como um todo, além de outros processos orgânicos. O componente cloro do sal ativa as amilases, necessárias para a digestão dos carboidratos.

A necessidade de sal varia de acordo com o indivíduo. Pessoas com insuficiência da glândula adrenal (muito comum em nossos tempos de stress) perdem mais sal na urina e precisam repô-lo com mais sal na dieta, enquanto que para outros indivíduos, o consumo excessivo de sal provoca excreção de cálcio pela urina, podendo contribuir para a osteoporose.

O sal é um potente ativador enzimático. Indivíduos cuja dieta é composta exclusivamente de alimentos crus (como por exemplo os esquimós), não necessitam de quantidades extras de sal; porém indivíduos que subsistem numa dieta composta, quase na sua totalidade, por alimentos cozidos, como os chineses, requerem quantidades extras de sal para ativar enzimas em seus intestinos.

21_beterrabaBETERRABA

(Beta vulgaris)

Quando você está bebendo suco de beterraba, está ingerindo uma mistura mineral que inclui substâncias como cálcio, potássio, ferro, cobre, sódio, junto com os ácidos fólico, oxálico, succínico e fumárico.

A betaína é o carotenoide responsável pelo seu coração vermelho como o rubi. Mas debaixo desse pigmento reside uma vasta rede de atividade fotoquímica. A betaína reduz substancialmente os níveis de homocisteína, que é um aminoácido tóxico associado à doença cardiovascular em 30% dos adultos mais velhos. A Betaína também é doadora de metila, o que significa que ela catalisa a homocisteína, transformando-a em metionina e dimetilglicina (DMG). Isso significa que a betaína ajuda o nosso desempenho mental. Como ela reduz a homocisteína, aumenta outro poderoso estimulante mental, a S-Adenosilmetionina (SAMe). A SAMe é um derivado da metionina, fabricada normalmente pelo corpo, cuja a suplementação equilibra a disposição de ânimo, melhora a acuidade mental e tem sido usada no tratamento do vicio do álcool e da aids.

A betaína é um incrível antioxidante que incrementa o desempenho atlético e melhora a resistência. Ela basicamente otimiza a utilização do oxigênio, estimulando a produção de glóbulos vermelhos e a atividade linfática. Ela é a melhor amiga do nosso fígado. A beterraba o desintoxica o fígado, melhora o seu funcionamento e o protege contra o excesso de consumo de álcool. Os amantes da beterraba juram que ela até mesmo aumenta a longevidade.

Usada para evitar cálculos biliares e para tratar da gota e icterícia. Um valioso elixir para combater e prevenir contra a anemia e distúrbios da bexiga e dos rins. Hoje em dia, pesquisas sugerem que ela seja usada no tratamento do câncer de pulmão e próstata.

pepino    PEPINO

(Cucumis sativus.)

Após um dia muito cansativo, quem nunca escutou a boa e velha dica de colocar rodelas de pepinos nos olhos para relaxar e tirar as olheiras indesejáveis? Pois é. Basicamente composto por água, o pepino oferece muitos benefícios à saúde. Esta hortaliça é um bom calmante, emoliente, laxante e estimulante. Além de auxiliar no controle da temperatura do corpo, a água do pepino ainda elimina as impurezas das células.

Pepino proporciona um efeito calmante quando consumido durante o verão (calor). Essa vegetal composto principalmente de água, que em si é naturalmente destilada, o que a torna superior a água comum. A composição dessa água faz dela um dos melhores diuréticos naturais.

O Suco do pepino reduz o elevado teor de ácido úrico que causa os problemas reumáticos que conduzem a inflamação ou degeneração de articulações, músculos, ligamentos ou tendões. O suco de pepino também normaliza a pressão sanguínea e, devido ás suas propriedades reguladoras da temperatura, é uma excelente bebida se você estiver com febre.

– Vitamina A, complexo B, C e em ácido fólico.
– Elevado Teor de Potássio, enxofre e manganês.
– Contém Óxido de Cálcio, sódio, cálcio, fósforo e cloro.
– Ajuda a restringir o metabolismo das células cancerígenas, tais como os de ovário, próstata e cancro da mama, células cancerígenas podem ser reduzidas pelo seu consumo.
– Contém esteróis que são conhecidos por reduzir o nível do mau colesterol no sangue.
– Recomendado para aquelas pessoas que têm elevados níveis de ácido úrico, que sofrem de hipertensão ou retenção de líquidos.

tomate     TOMATE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s